ļ»æ
Texting version

Solidariedade

Liberdade, JustiƧa e Paz

Selezione o tĆ­tulo
Bem-vindo
Quem somos
O Apelo
O estatuto
Como aderir
Quotas e doaƧƵes
Gdansk 2009
ļ»æselbandiere
Escolha paĆ­s
O estatuto



(do art.Āŗ 2 do Estatuto) Sobre o reconhecimento a cada ser humano do direito Ć  vida, desde a sua concepĆ§Ć£o atĆ© ao seu fim natural, no qual se funda a convivĆŖncia humana e atĆ© a mesma comunidade polĆ­tica. Nunca existirĆ” paz enquanto tal direito nĆ£o for plenamente reconhecido. A AssociaĆ§Ć£o pede que os representantes dos Estados membros das NaƧƵes Unidas promovam a defesa da vida humana em cada uma das suas etapas do desenvolvimento e em todos os PaĆ­ses sejam eles ricos, quer sejam pobres, se verdadeiramente querem a paz. ƀs NaƧƵes Unidas a AssociaĆ§Ć£o pede para que vigile afim que os PaĆ­ses ricos nĆ£o impeƧam o acesso ao desenvolvimento dos PaĆ­ses pobres, condicionando as ajudas Ć s polĆ­ticas absurdas contra a natalidade com a actuaĆ§Ć£o de campanhas para difundir tambĆ©m a esterilizaĆ§Ć£o e o aborto provocado. Aos partidos polĆ­ticos de cada PaĆ­s a AssociaĆ§Ć£o pede para que tutele/defenda, desde a concepĆ§Ć£o, a vida de cada ser humano e que afaste assim todos os perigos de terrorismo e de novas guerras, para dar assim uma posiĆ§Ć£o estĆ”vel a todas as naƧƵes com uma adequada distribuiĆ§Ć£o dos recursos e com um desenvolvimento sustentĆ”vel, actuando os ideais da justiƧa social e melhorando as condiƧƵes gerais de trabalho.
ā€ØO texto integral do estatuto encontra-se disponĆ­vel em formato pdf, clicando na seguinte hiperligaĆ§Ć£o: estatuto.



Inscreva-se jĆ” a SOLIDARIEDADE!
Solidarieta.biz